ES

Mario


GEISSE

O INÍCIO DE TUDO

A paixão do enólogo Mário Geisse pelo vinho é um caso de amor antigo, uma história que há muito estava escrita: "Começou desde criança. Em minha casa ele sempre foi parte do dia-a-dia, como o pão e a carne, como tudo que existia na mesa", conta. "Eu nasci vendo-o como elemento de vida".

O enólogo cresceu em Limari, uma região produtora de uva para pisco, no Chile, 400 quilômetros ao norte da capital Santiago. Da sua infância recorda o memorável verão de 1957, quando conheceu o senhor Perico, no povoado de Caleu, que lhe ensinou a fazer vinhos e mostrou toda a magia que envolve a arte de beber entre amigos. Mario sempre gostou da vida no campo e, por isso, decidiu estudar agronomia e especializar-se em vinicultura. “Não sou uma pessoa de escritório”, observa. “Preciso estar em movimento, sou um itinerante e o vinho me proporciona isso”.

Em 1971 foi trabalhar em Chillan, Concepción e Yumbel Coelemu, com pequenos agricultores e cooperativas. No ano de 1973, mudanças políticas e econômicas explodiram no Chile com a chegada de Augusto Pinochet ao poder. Mario é contratado pela vinícola Manquehue - uma gigante da época - onde desenvolveu novos vinhos até 1976. De repente, viu-se com apenas 30 anos, com uma vasta experiência e muito entusiasmo com a prática.

PREMIAÇÕES:

  • Prêmio Vitis | 2013
    Homenagem da Associação Brasileira de Enologia
  • Personalidade do Vinho | 2015
    Rio Wine & Food Festival
  • Encontro com o Brasil

    Sua vida estava prestes a sofrer uma expressiva mudança. Mario é contratado pela Chandon em 1976 para abrir o mercado da empresa na América Latina, em meio aos vinhedos da Serra Gaúcha. Assim, começa seu namoro com o Brasil, país em que ele permanece até hoje. Nos seus primeiros anos em terras brasileiras, já pôde ver o potencial do Sul para a produção de espumantes de excelente qualidade. Dessa forma, após anos de dedicação e pesquisa de solos, fundou em Pinto Bandeira a Vinícola Família Geisse. Vanguardista ao optar pelas espaldeiras altas, ele hoje divide seu tempo entre Brasil, Chile e outros países. Em seu país natal, mantém o cultivo de uvas destinadas à produção de vinhos de alta qualidade, como Carménere e Cabernet Sauvignon, cujo terroir fica na da região de Marchigue no Valle Colchagua.

    CONTATO

    Linha Jansen, s/n | Pinto Bandeira, RS | CEP 95717-000


    COMERCIAL +55 54 3455.7461 | 3455.7462

    TURISMO +55 54 99696.6791




    DESENVOLVIDO POR ATRIA DESIGN STUDIO